Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.


Roberto Gamito

28.11.20

Uma velhota movendo-se pedindo licença ao esqueleto para dar o passo seguinte arrastada pela neta ansiosa por cumprir o seu ritual. O bolinho e o galão. A garota tem orelhas postiças. Numa das mesas da esplanada, uma família de garrafas vazias. Cervejas, águas, umas e outras dispostas ao acaso. Assim tombaram na mesa assim ficaram. O rasto de uma conversa.
A presença de chávenas nas mesas prova a existência de vida humana por estas bandas. Uma empregada onde deveria haver três. Trabalha por três, recebe por uma. As mesas encontram-se agora despovoadas, prontas a receber novas levas de nómadas. Os pequenos rituais. Primeiro foi a religião, de seguida a cultura. Os rituais provenientes quer de uma, quer de outra foram desacreditados, sobram-nos hoje os rituais comezinhos. Beber café. Comer uma torrada e um galão. Dar bom-dia a horas certas. Tentamos introduzir um certo padrão no meio do caos. Consola-nos a ideia de que o mundo se deixa domesticar graças a estes risíveis rituais. O mundo deixar-se-á amestrar se bebermos café sempre às mesmas horas, conversam dois homens aspirantes a feiticeiros. A neta exibe um entusiasmo que, aos olhos e ouvidos do adulto, nos parece estranho. Independentemente do tema, seja uma bola da árvore de natal, um chupa, um bigode originado pelo galão, uma blusa oferecida pela avó a alegria não esmorece. Será que as crianças dão palestras motivacionais? Podiam ficar ricas.

 

criança, Roberto Gamito

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

subscrever feeds

Sigam-me

Partilhem o blog