Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.


Roberto Gamito

28.06.21

O jogo do Euro 2020 que opôs Portugal e Bélgica relatado segundo o parecer de um taberneiro.

(Segundo a ordem do jogo)

 

O curling consegue ser mil vezes mais emocionante que o jogo de Portugal.

Se eu soubesse que o jogo ia ter este ritmo, tinha convidado o Sá Pinto para vir cá a casa. Levava no focinho, mas ao menos não adormecia.

O ataque de Portugal é como o bêbedo que regressa a casa: pára em todas as tascas.

Espero que não me cancelem, mas o Palhinha tem cara de contabilista.

Grito do capitão.
O jogo de Portugal não dá tesão e Ronaldo acabou de fingir o orgasmo.

Futebol espectáculo.
Finalmente percebo os franceses aquando da invenção da guilhotina. Isso sim era um espectáculo.

Comentador: Cristiano rima com golo.
Camões: Mas quem é este caralho?

Cristiano Ronaldo é como aqueles putos que descobriram os botões das fintas: até se esquece que precisa de marcar golos.

Portugal é um virgem na zona de concretização: só faz é merda.

Isto é espetar dois lá dentro para os belgas se sentirem em casa. Eles adoram batatas.

Hazard do caralho!

Se Rui Patrício não tivesse cortado as unhas, tinha apanhado a bola.

Os remates de Palhinha são de outro mundo. De Marte, que é para onde vai a bola.

A Bélgica se pudesse pegava na bola e ia para casa.

Na cabeça dos jogadores portugueses, é uma baliza de hóquei.

Bélgica, país das batatas fritas, do chocolate e do engonhanço.

Fernando Santos sentou-se no banco da Bélgica, não foi? É tão bom treinador que está a treinar duas selecções ao mesmo tempo. É o "não jogar um caralho" a fazer escola.

Portugal não consegue sair para o ataque? Mas quê? Precisa de pedir autorização ao encarregado de educação. Estou fodido com estes putos.

Pepe é activista vegan — está sempre a molhar a sopa.

Bom jogo de preparação. Mais dois destes e estamos prontos para o euro.

Enquanto o golo não chega, masturbamo-nos com o domínio de bola de Cristiano Ronaldo.

Depois do jogo preciso de ir a um funeral para ver se me alegro.

Os belgas são fortes no jogo aéreo, no chão, a relva atrapalha. Nem que joguem com a cabeça da picha, mas marquem.

Perdemos o festival europeu da monotonia.

BélgicaxPortugal, segundo o taberneiro

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Sigam-me

Partilhem o blog