Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.


Roberto Gamito

19.10.21

Quero esquecer o meu nome, vida, quero entrar numa província inédita sem a esparrela do destino a prender-me os pés. 
Não há registos de ter existido um Homem com o coração habitado, habitado por aves canoras. Por que motivo nos deixamos arrastar sem luta por este pensamento, esta crença inderrubável de que o mundo... Entedia-me terminar as frases, a música aborrece-me. Calo-me, espero até que as boas memórias sejam como uma mão inquieta rumo ao animal em apuros.  O corvo depenado crocita entre os galhos de uma árvore seca. Segundo ele, a raposa confundiu-o com um malmequer.

O fedor do animal putrefacto faz-me recuar à infância. A morte é indisfarçável. Retrocedo, perco altura, peso e barba. Escuto o meu coração. Continuo a não perceber a sua língua. 

Corvo depenado

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Sigam-me

Partilhem o blog