Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.


Roberto Gamito

23.12.20

A tortura imposta pelo relógio. A quase perpétua corrida contra o tempo da qual ninguém sai vencedor. Não é difícil compreender que aquilo que nos desassossega é o sentido disto tudo.
A arte é, se vista do ângulo da luz, um conjunto de tentativas bem-intencionadas de persuadir o Homem a ceder à sedução da vida e do mundo. Apesar de tudo, do cardápio de declives e pés que nos espezinham sem folgas, há qualquer coisa neste turbilhão de insignificâncias que importa ser apreciada. Urge encontrar o olhar certo para ver a vida como ela merece ser vista.
Sumariamente, estar vivo é melhor que nada.

A pequenez das nossas façanhas, aliada à nossa desenvoltura em levar a cabo as mais diversas trapalhadas, não esquecendo os enguiços, os equívocos, as dissonâncias entre o pensamento e a acção, conduz-nos a um pragmatismo árido que nos agrilhoa. Procuramos ser compinchas do aqui e do agora, ainda que disso tradicionalmente não façamos alarde. Um magro contributo, é tudo quanto podemos oferecer ao mundo.

A paródia de ridicularizar a nossa existência consiste, em parte, em nos distanciarmos das nossas manias de grandeza. O vocabulário da paródia, raramente posta em palco, uma peça escrita na nossa cabeça, escutada pela nossa multidão de eus, reduz drasticamente — brinco, sensivelmente — a nossa vontade de nos atirarmos de um precipício. O nosso ego sai escangalhado, é o preço a pagar para não enlouquecer.

 

Parodiar a existência, Roberto Gamito

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Sigam-me

Partilhem o blog