Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.

Fino Recorte

Havia uma frase catita mas que, por razões de força maior, não pôde comparecer. Faz de conta que isto é um blog de comédia.


Roberto Gamito

04.07.22

Sou muitos. Ignoro se é por escrever uns versos nuns manjericos invejosos da proeza da sarça ardente, se é pela obesidade. Sou muitos elevado a muitos. A hipérbole é uma coisa maravilhosa, lá estou eu a exagerar novamente. Tu não estás no teu juízo para me chamares humorista, ó parceiro de balbúrdias nocturnas. Estavas a falar com quem, questiona o demónio? Entrementes, dançamos em cima das musas, somos rãs furibundas improvisando nenúfares em cadáveres.
Isto não é talento nem génio, é um bárbaro sem seita à cata na folha do sangue mais ebuliente. Não paras quieto, diz a mulher ao homem, os quais estão numa relação aberta, parece que a tua picha anda em tournée. Saíste-me cá um artista disse a mulher ou o Alberto Pimenta em A Arte de Ser Português.
Aproveitemos a embalagem, o chamado movimento, para mencionar um rol de episódios que, pela sua baixa estatura no tocante à tragédia, não seduz as gordas dos jornais.
O conta-gotas mudou de nome para alguém-que-conte-as-gotas. Expectável, vivenciamos a Dinastia do Literal.
Diante do bacalhau encalhado nas margens da sedução, isto vi eu num guardanapo desprezado e resolvi repescar para a nossa prosa, o pénis entesa-se, prestando uma sincera homenagem à expressão "teso como um bacalhau".
Eis uma nota de rodapé que foi censurada pelo censor ou editor (o epíteto depende da escola): Mamas santas, gabadas até ao delírio pelos incréus, até em dias de pôr tudo em causa.
Círculos imaginários ou mesmo reais onde dispomos estúpidos, sujeitos maleáveis, contorcionistas da retórica mais em voga e inteligentes nas suas órbitas, vozeia o porta-vez da Guilda dos Vinte e Seis. 3 mil milhões amocham em uníssono com a palavra justiça entalada na garganta.
O drama encrencou quando Deus desceu à terra num dia de folia na aldeia e disse: "Eu, se vim ao mundo, não foi para fazer amigos, foi para encher o bandulho. O céu é tão sem sal que, se não fosse imortal, já me teria suicidado. Marimbei-me para a omnipresença, como isto está, já não estou bem em lado nenhum."
Ó burros insuperáveis, ó pais e filhos do pó, ó homens entretidos a dispor os pequeninos e os gigantes em hierarquias delirantes, vamos lá ter calminha. X., retratado à época como caduco e, postumamente, elevado a pai de mil autores, sofreu horrores às vossas mãos. O vosso cérebro ausentou-se? Ter chegado ao meu destino atempadamente, continua Deus, logo no primeiro segundo, faz-me sentir perdido. E o burburinho ininterrupto das vossas preces não ajuda. Há quanto tempo o silêncio não faz parte do vosso léxico?
Voltemos costas ao espectáculo e à guilhotina, voltemos costas ao Eu, voltemos costas à morte. Digo-vos uma coisa, os contadores de histórias estavam certos este tempo todo. O poder priva quem o detém da capacidade de ver. A criação cegou-me.
E se o sangue dos sacrifícios em nome dos deuses arcaicos não fosse para matar a sede, mas tão-somente para entretenimento das Parcas?
Seja como for, a inflação enlouquece poetas e artistas sem voz. Desmanteladas as paisagens luxuriantes, há vates à cata de sobras de beleza num frigorífico. A informação soterra milhões de miolos todos os dias. Se dói é porque é para ti. A tortura foi concebida especialmente para ti. A paz não interessa a não ser em reclames. "Quem come agitadamente come mais depressa." O tempo entre garfadas mede a saúde da democracia de um país.
 

Tempo entre Garfadas

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

subscrever feeds

Sigam-me

Partilhem o blog